Frente Parlamentar levanta problemas comuns às mulheres vítimas de violência

13 de dezembro de 2021

Foto: Foto do deputado estadual Marcio Nakashima (PDT)

As matérias da seção Atividade Parlamentar são de inteira responsabilidade dos parlamentares e de suas assessorias de imprensa. São devidamente assinadas e não refletem, necessariamente, a opinião institucional da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Engessamento das políticas públicas e da Justiça, falta de acolhimento e indignação. Nesta quinta-feira (9/12), as participantes da segunda reunião da Frente Parlamentar em Combate à Violência Contra a Mulher, ao Feminicídio e aos Relacionamentos Abusivos debateram as dificuldades encontradas pela mulher vítima de violência quando tentam romper com o ciclo de agressão.

As reuniões, organizadas pelo deputado estadual Marcio Nakashima (PDT), servem como um termômetro sobre a situação da mulher e apontam problemas e soluções por meio de políticas públicas para minimizar os efeitos da violência doméstica.

Marcio Nakashima, afirmou que pretende apresentar novos projetos na Alesp. "Que a gente possa, diante de toda essa troca de experiências, embasar um documento e a criação de políticas públicas para mulheres vítimas desse tipo de violência", disse.

Participaram da sessão em ambiente virtual Dra. Luciana Lopes, Delegada Titular da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Guarulhos; Rita de Cássia D’Ambrósio, presidente da Help (Centro de Desenvolvimento Social e de Capacitação Humana em Santos-SP); Juliana Santos, assessora parlamentar e Christiane Harumi Arima, vítima de violência doméstica, atendida pelo mandato.
Fonte: Alesp